Norteando a inclusão total do deficiente visual para que todos possam ter uma vida plena

Foto: Adolescente recebendo medalha de prata no Campeonato Mundial para Jovens Cegos- Colorado- USA .

Foto: Menino com cegueira em atividade motora e de orientação espacial, brincando de se locomover dentro do briqnuedo centopéia

Foto: Aluna com baixa visão lendo com lupa

Atuações/ Projetos implantados

Após avaliação multidisciplinar é elaborado um planejamento individualizado de acordo com as necessidades especiais de cada aluno, seus objetivos, interesses e aspirações familiares.

  1. Intervenção precoce: de mãos dadas com a família
  2. Promoção do desenvolvimento global do bebê com cegueira, baixa visão ou deficiência múltipla através do trabalho conjunto com pais e demais familiares.

  3. Igualdade na Diferença (semi-finalista no Concurso Banco Itaú/Unicef – 2003)
  4. Diversas ações educacionais e de formação integral com a finalidade de favorecer o acesso e a permanência no ensino regular de crianças e adolescentes com baixa visão e cegueira. Destacam-se atividades que proporcionem que a criança adquira independência e autonomia: preparação para alfabetização; ensino da escrita e leitura Braille; ensino do Sorobã; melhoria da eficiência visual; adaptação de auxílios ópticos; uso da informática como recurso de desenvolvimento educacional; técnicas de orientação e mobilidade, e natação.

  5. Orientação e mobilidade
  6. Uma visão holística do indivíduo que entende a busca da autonomia e independência como uma importante conquista na superação de barreiras pessoais, familiares e sociais mais do que a aquisição mecânica de técnicas.

  7. Ensino da escrita e leitura pelo método Braille
  8. Dirigido a adolescentes e adultos com cegueira adquirida ou congênita, alfabetizados ou não alfabetizados.

  9. Acessibilidade digital: Promovendo a inclusão educacional e digital do deficiente visual
  10. Proporciona o acesso aos recursos tecnológicos da informática como ferramenta para a sua formação, inclusão social e acesso ao trabalho.

  11. Natação: ensino e competição
  12. Através de parcerias, Academia Piscinão- Araraquara, FUNDESPORT- Araraquara e ABDC- Associação Brasileira de Desportos para Cegos, promove o ensino da natação e a possibilidade de competições tanto regionais, como nacionais e mundiais.

  13. Artesanato
  14. Desenvolvido com senhoras que apresentam baixa visão e cegueira com o objetivo de integração, participação e troca de experiências.

  15. Coral
  16. Aberto a todos os interessados: deficientes, pais, amigos, professores. Com o objetivo de integrar deficientes visuais e famílias com a comunidade através de apresentações ao público em geral.

  17. Educação Musical
  18. Ensino de violão e teclado.

  19. Execução de material didático em Braille
  20. Atendimento de escolas particulares e públicas.